Sinais de Atrasos no Desenvolvimento Infantil: O desenvolvimento da criança deve ser observado pelos pais e pessoas que fazem parte do convívio com ela, principalmente no sentido de detectar precocemente quaisquer sinais de atrasos no desenvolvimento infantil.

Sinais de Atrasos no Desenvolvimento Infantil

Ficamos ansiosos por aquele momento das primeiras palavras e dos primeiros passos do bebê. Acabamos até comparando o desenvolvimento dos nossos filhos com os filhos dos outros. Isso é inevitável.

Os pais sempre fazem aquelas pesquisas sobre:

“com quantos meses ele começa a andar?”;

“com quantos meses o bebê começa a falar mamãe ou papai”;

“os dentinhos começam a nascer com quantos meses?”.

Essas perguntas são de praxe para quem tem um filho fazer para seus amigos que também possuem filhos ou aqui no consultório também. Quando as respostas não batem com o que está acontecendo com seu filho, geralmente começam as preocupações.

Sinais de Atrasos no Desenvolvimento Infantil

É certo que cada criança tem seu tempo para aprender e se desenvolver. Mas se você notou que algo não está normal, e está com dúvida sobre a possibilidade do seu filho estar com atrasos no desenvolvimento, continue a leitura, para saber quando é necessário procurar ajuda de um especialista.

Tipos de Atrasos no Desenvolvimento Infantil

Entre os aspectos que analisamos em uma criança, para identificar possíveis atrasos, estão:

  • Coordenação Motora.
    • Aqui, podem ser as Habilidades Físicas, como:
      • Rolar,
      • Sentar e
      • Andar, ou a
    • Capacidade de Segurar as Coisas e
      • Manipular Objetos;
  • Linguagem
    • Fala e
    • Compreensão,
  • Habilidades de Relacionamento;
  • Capacidade de Autocuidado, como
    • Ações de Vestir-se ou
    • Usar o Banheiro.

Síndrome de Down

Em alguns casos, o atraso no desenvolvimento da criança está relacionado ao parto prematuro, síndrome de Down ou outros problemas (como o Autismo Infantil) Por Exemplo.

Dificuldade para falar, problemas na visão e falta de coordenação motora também afetam o desenvolvimento infantil. Assim, é necessário o acompanhamento do especialista, para descobrir um possível problema neurológico na criança.

Além do acompanhamento mensal com o pediatra, procurar o neurologista infantil pode ser importante para diagnosticar algum problema neurológico precocemente. Dessa forma, podemos prescrever o tratamento mais adequado.

Fique Atenta aos Sinais de Atrasos no Desenvolvimento Infantil

Sendo observado que algo não está indo bem, procure ajuda o quanto antes e assim reduzirá os impactos no desenvolvimento da criança. O Neurologista infantil pode acompanhar a criança e indicar o melhor tratamento.

Com o passar dos anos, os sinais de atrasos vão diminuindo. Principalmente na fase escolar (Dificuldade de Aprendizagem), esses sinais podem desaparecer, quando a criança recebe o tratamento adequado.

Em alguns casos, por falta de acompanhamento médico, os sinais de atraso são identificados tardiamente. Mesmo assim, ainda há tratamento. Mas é importante não deixar chegar neste ponto.

Reduza o Impacto dos Atrasos no Desenvolvimento Infantil

mundo próprio

Cada criança possui um tempo para poder se desenvolver. Até os 3 anos de idade, a criança vive em um “mundo próprio”. É sempre bom conversar para que a criança entenda o que é realidade e o que é sonho.

Procure entender os medos, incentivar a criança a vencer aquilo que tanto a incomoda, fazendo com que ela desenvolva confiança e consiga expressar o que sente.

Não deixe de procurar ajuda

Não deixe de procurar ajuda. Quanto antes, melhor para a criança. Problemas neurológicos podem fazer com que ela enfrente muitas dificuldades.

Contudo, com o tratamento adequado, isto pode ser resolvido, permitindo à criança levar uma vida normal.

Tem dúvidas sobre o desenvolvimento do seu filho? Marque uma consulta, e deixe-nos ajudar!

Acha que seu filho pode ter uma deficiência ou atraso no desenvolvimento? Siga estes passos

Embora todos desejemos que nossos filhos não tenham nenhum problema, a realidade é que a vida nem sempre funciona dessa maneira. Muitas crianças sofrem de algum tipo de problema, seja algo menor e frequentemente temporário, como um atraso na fala, ou algo mais difícil e permanente, como paralisia cerebral ou autismo.

Crianças com problemas ou deficiências não são menos maravilhosas e merecedoras do que crianças sem. A chave para colocá-los no caminho certo para a melhor vida possível é identificar esses problemas e obter ajuda – o mais cedo possível. É por isso que é importante falar cedo. Às vezes, não há problema, e uma criança só precisa de um pouco mais de tempo ou é um pouco peculiar. Mas é sempre melhor descobrir. Você não tem nada a perder e tudo a ganhar.

Dar os primeiros passos para avaliar possível incapacidade ou atraso no desenvolvimento
O primeiro passo se você estiver preocupado com seu filho é compartilhar essas preocupações com seu médico. Pode haver exames médicos que são necessários ou que podem ser úteis, e seu médico pode e deve ser seu parceiro para ajudar seu filho e sua família.

O próximo passo é fazer uma avaliação ao seu filho. Isso o conectará a qualquer ajuda e serviços que possam ser necessários. Pergunte ao seu médico sobre sugestões para especialistas que podem avaliar seus filhos.

Dois tipos de avaliações estão disponíveis para todas as crianças:

Intervenção precoce para crianças desde o nascimento até o terceiro aniversário
Plano Educacional Individualizado (IEP) para crianças que completaram 3 anos.

O que é Intervenção Precoce?

Este é um serviço para crianças desde o nascimento até o terceiro aniversário, que têm um problema com seu desenvolvimento ou estão em risco de ter um (por exemplo, bebês nascidos prematuramente). Para descobrir se uma criança é elegível, uma equipe qualificada faz uma avaliação.

Geralmente, isso ocorre na casa da criança, mas também pode ser na creche ou em outro local onde a família se sinta mais confortável. O seu médico pode encaminhá-lo para a Intervenção Precoce, ou uma família pode se auto-indicar, entrando em contato com um programa local de Intervenção Precoce para dizer que estão preocupados com o desenvolvimento de seus filhos e gostaria de organizar uma avaliação.

Se uma criança tem um problema de desenvolvimento, a equipe elabora um plano de serviço com a família. As crianças se reúnem regularmente com um especialista em desenvolvimento e existem outros serviços, como fisioterapia, que também podem ser trazidos. A Intervenção Precoce trabalha não apenas para fornecer serviços, mas também para ajudar a família a ajudar a criança, fornecendo habilidades e estratégias para apoiar o desenvolvimento da criança.

A avaliação é sempre gratuita, mas varia de estado para estado se os serviços são gratuitos. A Intervenção Precoce obtém financiamento do governo e das companhias de seguros. Em muitos estados, todos os serviços são gratuitos. Em alguns estados, as famílias recebem uma taxa em escala variável com base em sua renda.

O que é um Plano Educacional Individualizado?

Quando as crianças completam 03 (três) anos, a responsabilidade por uma avaliação e serviços passa para as escolas públicas . Essas avaliações também são gratuitas e estão disponíveis para todas as crianças. Para obter uma dessas avaliações, os pais devem ir ao distrito escolar local e dizer que estão preocupados com o desenvolvimento de seus filhos e gostariam de fazer uma avaliação. Se não souberem para onde ir, podem perguntar em qualquer escola do distrito.

Não deixe de procurar ajuda

Em seguida, o distrito escolar discutirá e planejará com eles que tipo de avaliação deve ser feita, porque há muitos aspectos possíveis em uma avaliação do IEP. O médico pode ajudar com isso, por exemplo, sugerindo uma avaliação de um fisioterapeuta ou testando uma dificuldade de aprendizagem.

Após a avaliação, a equipe realiza uma reunião para discutir suas descobertas com a família e qualquer outra pessoa que a família deseje incluir. Se eles identificarem algum problema, a equipe proporá um plano de serviços e ajuda. A família não precisa concordar naquele momento com o plano. Eles podem pensar sobre isso e propor alterações antes de assiná-lo. É sempre uma boa idéia mostrar a avaliação do IEP e os serviços propostos ao seu médico e discuti-los juntos.

Às vezes, embora uma criança possa não se qualificar para serviços de educação especial, ela precisa de ajustes em seu programa escolar ou apoio extra devido a um diagnóstico ou incapacidade. Os exemplos podem ser uma criança com TDAH que precise de mais tempo e ajuda nas tarefas ou uma criança com um problema visual que precise sentar perto da frente da sala e ter acesso a impressões maiores ou outros recursos visuais. Para essas crianças, a escola, a família e o médico trabalham juntos para criar um plano 504 para atender às necessidades da criança.

A linha inferior

Se você tem alguma preocupação de que seu filho possa ter uma deficiência ou um problema com o desenvolvimento, peça ajuda. Existe ajuda disponível e, quanto mais cedo você pedir, melhor para o seu filho.

Mais Informações na Internet sobre o Desenvolvimento Infantil