Quando se Preocupar com o Atraso na Fala de uma Criança?

Um bebê começa a desenvolver sua comunicação com seus pais logo nos primeiros dias de vida, mesmo que essa comunicação não seja feita através da fala, ele chora, dispara olhares, grita e sorri demonstrando o que sente através de suas expressões, até que ao chegar no primeiro ano as primeiras frases tão aguardadas começam a ser pronunciadas.

Não existe um pai ou mãe que não se orgulhe ao ouvir seu filho pronunciar seus primeiros “mamã” ou “papá” e é a partir dessas primeiras palavras que todo o desenvolvimento da fala se inicia. Outros sons vão surgindo, combinações vão se formando com mais frequência até que aos 2 anos as pequenas frases começam a se produzirem.

Mas, e quando todo esse desenvolvimento com relação à fala não ocorre? Será que existe algum problema, como atraso na fala do seu filho? Será que essa criança conseguirá vencer esse problema apenas quando for para a escola?

Para muitas crianças a resposta é sim, pois as variações no tempo em que essa criança começará a falar são completamente naturais. Mas, é importante ter atenção com essa demora, pois quando o desenvolvimento está mais lento ou sequer acontecendo pode ser sinal de algum problema.

Quais São as Causas do Atraso na Fala?

Dentre as principais causas do atraso na fala, está a dificuldade em ouvir ou a falta dos estímulos necessários, onde estão incluídas as crianças que passam muito tempo conectadas ao celular, tablet ou a televisão. Além disso, essa dificuldade no desenvolvimento das crianças também pode estar diretamente relacionada às limitações cognitivas e também com o autismo. Também pode ser um indicador de um transtorno no desenvolvimento da linguagem, que é conhecido como DEL – Distúrbio específico de Linguagem.

Além disso, pode ser que a criança não esteja conseguindo programar os movimentos considerados necessários para a produção da fala. A criança precisa de uma coordenação motora para sincronizar a movimentação das estruturas, como a boca, a língua, as pregas vocais e outras, e por fim conseguir emitir uma frase completa, esse é um processo altamente complexo.

atraso-na-fala

Apraxia da Fala

Muitas vezes esse processo pode ser difícil para uma criança, causando a apraxia da fala, um distúrbio neurológico motor que faz com que a criança tenha a produção dos sons da fala afetados, resultando então em um déficit em sua capacidade de planejar ou programar os movimentos articulatórios, fazendo com que surjam erros na produção da fala.

As dificuldades em desenvolver a fala nos quadros conhecidos de apraxia podem surgir na produção da fala ou afetar demais áreas de desenvolvimento como a coordenação motora fina e também as habilidades mais amplas, como andar, por exemplo, tornando essas crianças desajeitadas e estabanadas.

Existem diferentes graus de apraxia da fala, indo dos mais leves que permitem uma reabilitação, aos mais graves onde as dificuldades podem continuar até chegada a idade adulta.

Na dúvida de ser uma apraxia ou qualquer outro tipo de problema, recomenda-se que quando a criança começar a apresentar dificuldades na fala, o fonoaudiólogo com experiência em linguagem infantil seja consultado para uma avaliação. Isso porque quando você simplesmente espera pela fala, pode acabar perdendo tempo que é precioso em um tratamento de intervenção.

Quando se Preocupar com o Atraso na Fala de uma Criança?
Avalie este Artigo

Dúvidas e Sugestões Aqui: