Os brinquedos são ferramentas de extrema importância no processo de desenvolvimento das habilidades cognitivas, sociais e emocionais da criança, pois despertam sua imaginação, criatividade e interesse em explorar o mundo.

O ensino escolar atual não é o único fator responsável pelo desenvolvimento infantil. Através de brincadeiras, jogos e brinquedos a criança constrói grande parte de seu conhecimento: são ferramentas que permitem que a criança reproduza a visão que tem sobre os adultos e sobre o mundo como um todo.

Papel dos Brinquedos no Desenvolvimento Infantil

Existe uma grande variedade de brinquedos disponíveis, e cada um deles exerce um diferente papel no amadurecimento e no desenvolvimento infantil. Não existe “brinquedo ideal”: o importante é que ele desperte o interesse da criança e ofereça a ela novas possibilidades de descobertas e aprendizados.

Atenção, concentração, pensamento crítico, solução de problemas, equilíbrio, noção de espaço e noção da realidade são aspectos que fazem parte do desenvolvimento humano e são promovidos desde a infância, através dos brinquedos.

As crianças na idade pré-escolar já são capazes de criar uma situação imaginária através das brincadeiras e representar simbolicamente, através de brinquedos ou materiais, uma esfera imaginária, uma realidade ausente.

Ao simular um papel cortado como dinheiro ou um boneco como filho, por exemplo, a criança já está representando o objeto real e sua visão da vida adulta através dos objetos que ela tem acesso. Essa “ponte” que a criança cria entre a fantasia e a realidade tem papel fundamental no aprimoramento de sua percepção, criatividade e noção de realidade.

Os brinquedos permitem que a criança vá além do universo que lhe é acessível e reproduza situações reais em suas brincadeiras, o que engloba não só suas ações diárias como também a dos pais e pessoas com que ela convive, brincando de médico, de mamãe e filhinho ou de escolinha, por exemplo.

Através das brincadeiras, as crianças também começam a desenvolver conceitos básicos de bom e mau, relações de poder, através de brincadeiras como “polícia e ladrão”, “super-herói”, etc.

Brinquedos no Desenvolvimento Infantil

São inúmeros os brinquedos disponíveis atualmente e todos eles estimulam o desenvolvimento da criança em âmbitos diferentes, desde suas habilidades de interação e inserção social até a compreensão mais ampla da realidade social e cultural à sua volta.

Abaixo, confira alguns dos diversos brinquedos e o papel que eles exercem no desenvolvimento infantil:

  • Bonecas/carrinhos: brinquedos que simulam objetos reais e permitem que a criança recrie o mundo real de acordo com o que ela vê.
  • Quebra-cabeça: estimula a criança nos quesitos de atenção, concentração, pensamento estratégico e raciocínio lógico.
  • Jogo da memória/jogos em geral: colocam a criança em uma situação problema, a estimulando a buscar alternativas de solução.
  • Fantasias e fantoches: estimulam a imaginação, criatividade e simulação da realidade.

Brinquedos no Desenvolvimento Infantil – Papel dos Pais

Os pais têm papel fundamental no desenvolvimento de seus filhos. Sua função não se limita apenas em incentivar a criança a brincar; mais que isso, eles devem participar das brincadeiras. Essa experiência estabelece um vínculo maior com o filho e permite uma troca de experiências valiosa entre gerações.

Durante as brincadeiras, os pais não devem interromper ou atrapalhar o pensamento da criança e a simbolização que ela faz da realidade: a criança deve ter a liberdade de explorar o brinquedo sozinha.

Os pais devem se limitar a ouvir, explicar e motivar as brincadeiras sem impor sua maneira de agir e pensar. Trata-se de um processo individual e valioso em que a criança desenvolverá diversas características individuais e não deve haver um conjunto de regras que limite essas novas descobertas.

O Papel dos Brinquedos no Desenvolvimento Infantil
Avalie este Artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here