Educar os filhos é uma difícil tarefa, que exige diferentes abordagens conforme a criança cresce. Não há uma “receita” definida para instruir uma criança corretamente, mas todos sabem que devem ser estabelecidos limites e regras por parte dos responsáveis.

Esta medida se torna necessária principalmente no momento em que a criança toma consciência de suas vontades e desejos, e começa a enfrentar os pais com provocações e birras. Impor limites é essencial porque a criança terá de conviver com regras durante toda a sua vida, e saber quando submeter-se a elas é algo essencial na construção de seu caráter.

A Importância das Regras na Criação – O que NÃO Fazer?

Ao estabelecer regras, procure ser firme e não voltar atrás em suas decisões. Ser inconsistente quanto aos limites impostos pode fazer com que a criança saiba como manipular e driblar tais ordens.

Quando o adulto determina uma regra em certo momento, mas muda de ideia quando seu estado de humor varia, a criança não tem discernimento do que é certo e errado, mas acha que pode desobedecer o responsável de acordo com o humor dele.

Mesmo que pareça difícil ser duro com a criança e dizer não para ela, essa é uma atitude necessária, pela qual o filho vai agradecer futuramente, durante toda a sua vida. Ter pulso firme e ensinar valores como paciência e respeito na infância são tarefas essenciais.

A Importância das Regras na Criação – Estratégias

A missão de educar os filhos é árdua, e deve ser feita sem delongas. Os pais não podem ter receio de estabelecer limites aos filhos, mesmo com toda a manha que isso pode gerar. Entenda que quanto antes a criança se acostumar a cumprir ordens, melhor vai ser para ambos no futuro.

Determinar uma rotina com regras fixas, que não vão mudar independente de seu humor é essencial para que a criança não crie o hábito de desafiar ou descumprir com os combinados. O diálogo é essencial para definir tais limites.

Caso a criança acate suas demandas e se comporte bem, tente recompensá-la com elogios ou incentivos, de modo que ela queira obedecer por iniciativa própria, e não à base de castigos e desentendimentos.

A Importância das Regras na Criação – E se Não Funcionar?

Ao estabelecer regras, você deve também explicar as consequências de seu descumprimento. Mostre para a criança que você está falando sério e cumpra com a sua palavra, colocando a punição em prática e explicando a ela o motivo pelo qual ela foi punida, para que a desobediência não volte a se repetir, e não hesite em momento algum.

Não permita que seu filho tome as liberdades de dar ordens. Você deve fazê-lo entender que ele deve respeito aos responsáveis, e há certas regras que devem ser cumpridas sem esperar uma recompensa ou uma contrapartida.

Por mais difícil que seja, não desista das decisões que você tomou. Mostrar-se irredutível é um ótimo jeito de fazer com que a criança pare de desafiá-lo e aceite que as coisas não podem ser sempre como ela quer.

Compreender que a criação de uma criança é um processo difícil é fundamental. Não há problema algum em sentir dificuldades e procurar ajuda. O importante é não parar de tentar. Marque uma consulta conosco, para tirar todas as suas dúvidas e receber auxílio especializado!

Dúvidas e Sugestões Aqui: