Quando o assunto é elogiar os filhos, as opiniões são diversas. Alguns pais pensam que elogiar os filhos excessivamente pode fazer com que eles fiquem mimados, enquanto outros pensam que deve-se elevar a auto estima da criança sempre que possível.

Mas afinal, qual abordagem é a ideal nesse caso? E mais, você sabe em quais ocasiões elogiar seu filho, e como fazer isso adequadamente? Continue a leitura desse artigo para descobrir a resposta de todas essas perguntas!

Você Sabe Elogiar seu Filho? – Quando Elogiar?

Há pessoas que não sabem, mas os elogios podem ter um papel muito importante na infância. É através deles que a criança descobre se fez algo de forma correta, e agradou aos pais ou responsáveis. Além de despertar o conhecimento de como agradar os pais, os elogios estabelecem uma sensação de aceitação entre os filhos.

Os pais devem sim elogiar seus filhos, porém nos momentos certos. Isso significa que podem elogiá-los pelo que eles são, demonstrando seu amor, seguindo o mesmo caminho pelo que eles fazem, revelando seu contentamento com alguma atitude da criança.

Mas cuidado: elogiá-la em excesso ou desnecessariamente não é recomendado, pois pode fazer com que esse ato perca a importância, ou que o pequeno não acredite que seja algo espontâneo ou sincero.

Você Sabe Elogiar seu Filho? – Como Elogiar?

Quando for elogiar seu filho, procure enaltecer seus feitos, e não suas qualidades. Isso vai ter um impacto positivo nas realizações da criança, que vai sentir orgulho de si mesma. Além disso, ela não vai sentir que seus talentos estão ameaçados caso cometa algum erro, mas sim sua dedicação na tarefa.

Através da exaltação dos esforços e conquistas de seu filho, ele vai perceber que pode sempre ir além e está sempre melhorando. Quando os pais bajulam muito as virtudes das crianças, podem levá-las a crer que são muito boas e não precisam se esforçar mais para progredir.

Você Sabe Elogiar seu Filho? – Jeitos Errados de Elogiar

Não elogie seu filho comparando-o a outras crianças, sugerindo que ele seja superior à elas. Isso pode fazer com que o pequeno desenvolva uma personalidade egocêntrica, que vai reagir mal ao cometer erros, ou se recusar a aceitá-los e buscar progredir.

Dizer ao seu filho que ele é perfeito para elevar sua autoestima também é algo que não deve ser feito. Isso justifica-se pois, este é um padrão inatingível para uma criança. Embora as intenções dos pais sejam as melhores possíveis, podem gerar o efeito contrário nos casos em que a criança venha a falhar.

Evite rotular o pequeno. Essa atitude pode fazer com que ele deixe de experimentar coisas novas, com medo de não ter um desempenho tão bom e decepcionar seus pais. Incentive-o a tentar coisas novas e valorize seus esforços, mesmo que o resultado não tenha sido o esperado.

É essencial que os pais sejam compreensivos com a criança quando ela cometer erros, e nunca façam com que ela se sinta desmotivada. O importante é elogiar seu filho de forma espontânea, exaltando seus feitos, mas sempre mostrando que é possível melhorar, e que ele não precisa ser perfeito para ser bom.

Dúvidas e Sugestões Aqui: