A meningite trata-se de uma doença altamente contagiosa, caracterizada por uma inflamação na membrana que reveste o cérebro. Quando não diagnosticada e tratada adequadamente, pode deixar graves sequelas no paciente.

Existem três tipos de meningite, classificados de acordo com seus causadores: vírus, bactérias e fungos. A meningite viral é o tipo mais comum, e geralmente menos agressivo da doença: configura um quadro de cerca de 11 mil casos anuais no Brasil, com taxa de óbitos inferior aos demais tipos.

Meningite Viral em Crianças

A meningite viral pode ser contraída por pessoas de todas as faixas etárias, mas incide principalmente sobre crianças de até 5 anos de idade.

Os sintomas da meningite viral são comumente confundidos com o de doenças de gravidade inferior, fator responsável pelo atraso do diagnóstico e do tratamento do paciente.

Existem três tipos de transmissão da meningite viral: via fecal-oral, oral- oral e respiratória. A contração da doença se dá através do contato direto com tosse, espirro, saliva e fezes de pessoas infectadas.

O intervalo entre a exposição do vírus e a manifestação de sintomas tem duração média de 7 a 14 dias.

Meningite Viral em Crianças – Sintomas

Os sintomas da meningite viral diversificam-se de acordo com a idade da criança. Nos bebês com menos de um ano de idade, por exemplo, a doença manifesta-se através dos sintomas de inchaço e rigidez na região da fontanela (moleira), choro constante e irritabilidade.

Já nos bebês entre um e dois anos de idade, os sintomas comuns são: febre alta, sonolência, choro constante, irritabilidade, rigidez na região do pescoço, desânimo e falta de apetite.

Em crianças na faixa etária acima de dois anos, os sintomas da meningite são: febre alta e súbita, dor de cabeça intensa, náuseas, vômitos, sonolência, falta de energia e de apetite, dor e rigidez no pescoço, dificuldade de concentração e confusão mental, em casos mais graves.

Caso seu filho apresente algum dos sintomas de meningite viral, leve-o imediatamente ao pronto-socorro infantil. O pediatra poderá diagnosticar a doença através do exame físico e da coleta de líquido cefalorraquidiano, no próprio atendimento emergencial.

Meningite Viral em Crianças – Tratamento

O tratamento da meningite viral em crianças pode ser realizado em casa, através de medicamentos com prescrição médica. O tratamento medicamentoso é eficaz no alívio dos sintomas, mas não existe um remédio capaz de erradicar o vírus por completo.

O tratamento da meningite viral tem duração de aproximadamente duas semanas. Neste período, a criança deve permanecer em repouso (sem ir à escola ou sair de casa) e realizar um acompanhamento médico periódico, para avaliar a evolução do tratamento.

Como aliada ao tratamento medicamentoso, os especialistas recomendam a ingestão de muito líquido: a criança deve beber pelo menos dois litros de água, chá ou água de coco diariamente.

São raros os casos de meningite viral em que a criança precisa ficar internada durante o tratamento: o acompanhamento médico requer internação geralmente nos casos de crianças que vomitam constantemente, impedindo que elas se hidratem adequadamente.

Em torno de três dias após o início do tratamento contra a meningite viral, a criança começa a apresentar os primeiros sinais de melhora, tais como o aumento do apetite, maior facilidade em movimentar o pescoço, redução das dores musculares e da febre.

Meningite Viral em Crianças – Prevenção

A prevenção da meningite viral se dá, basicamente, através dos fatores de limpeza e higiene: manter os ambientes que a criança frequenta sempre limpos e arejados é fundamental para prevenir a doença.

Lembre-se: apesar de ser o tipo menos grave da doença, a meningite viral merece atenção e cuidado especializado em ambiente hospitalar. Reaja diante da manifestação dos sintomas e leve seu filho ao pronto-socorro mais próximo. O diagnóstico precoce da doença beneficia a eficácia do tratamento.

Saiba Mais Sobre a Meningite Viral em Crianças
Avalie este Artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here